fbpx

Poesia

  • Antropofágico
    até tentei as farpasprecisou de muitaspra doer tão poucoeu sei que o rioda carne é...
  • Mínimo
    não é culpa minhalouvar os dias ruins;servem pra amar maise depois, mais aindae, com gosto.aquele...
  • A papila e o cômodo
    os ângulos me confundem.é cedo, ( ou muito tarde )e essa luz me arrancaa vastidão;...
  • Ícaro
    tento uma abstração,como se fosse fácilchutar meus nervospra um cantinho.não é! nunca foi!estão sempre lá,do...
  • O forasteiro
    precedem de mim os ais da eternidade; me são tão caros que me arrebentam as...
  • Deus ex machina
    a máquina se distrai do plano,rendida à lambida de uma explosão solare expande, o cibernético...
  • Cuidado, frágil!
    tentando arrumar a causa;uma maneira de evitaro pretensioso - por ser desleal,cabo de guerra contra...
  • Vide Bula | poema capturado de uma bula de remédio
    no corpo, a fé resultaético-caucasiana.fato! outro tipoao efeito genético.paciente, converteo sangueà níveis tóxicos.dificuldade; indicadooutro tipode...
  • Sátrapas
    entre os bárbaros, o proxeneta pede a palavra na tentativa de justificar sua entrada no...
  • Devires
    afronte; que a poesia esteja sempre a morreraviste; esquecida, ou inclinada a qualquer conviteem riste;...